• 1-edital
  • 01
  • 2
  • O IEITEC – Instituto Empresarial de Incubação e Inovação Tecnológica esta com suas inscrições abertas para a seleção de Projetos Inovadores.
  • Plano de Negócios
  • Controle Financeiro

Como fazer o controle financeiro da sua empresa

“Planejamento é uma ferramenta administrativa, que possibilita perceber a realidade, avaliar os caminhos, construir um referencial futuro...

“Planejamento é uma ferramenta administrativa, que possibilita perceber a realidade, avaliar os caminhos, construir um referencial futuro, estruturando o trâmite adequado e reavaliar todo o processo a que o planejamento se destina. (…) busca alcançar, da melhor forma possível, alguns objetivos pré-definidos.”

Wikipédia

Um dos grandes problemas dos microempreendedores brasileiros, e das pessoas de um modo geral, é a falta de um planejamento financeiro eficaz. Mesmo quando já existe algum controle, há uma certa dificuldade natural de provisionar despesas, já que muitas delas não são aparentes. Por conta disso, costuma-se gastar mais do que se recebe, gerando dívidas e, consequentemente, prejuízos que acabam por inviabilizar o negócio.

Em muitas empresas de pequeno porte, o proprietário coloca a organização em segundo plano, dando prioridade às operações diárias de produzir e vender. É comum encontrar pequenos empresários que não conhecem os valores exatos a receber no dia. Para obter essa informação com precisão, perde-se muito tempo buscando informações anotadas em diversos lugares.

Em outros casos, o empresário não tem controle de caixa que permita apurar se todos os recebimentos e pagamentos estão corretos e se o saldo em caixa confere com as entradas e saídas de recursos.

Se o empreendedor não anota e não conhece corretamente as despesas, é impossível projetar valores a gastar, planejar reduções e controlar para que as despesas não saiam dos limites estipulados.

Em resumo, não é possível uma empresa sobreviver sem que haja uma boa organização das informações necessárias à gestão financeira do negócio.

Os principais instrumentos de análise e planejamento financeiro das empresas são:

* Fluxo de caixa: indica os recebimentos e os pagamentos a serem realizados e apura o saldo disponível de caixa na data efetiva de recebimento ou pagamento;
* Demonstrativo de resultados: indica o volume de vendas, o custo das mercadorias vendidas, as despesas variáveis, as despesas fixas, e apura o lucro líquido por meio do regime de competência no momento em que esses eventos ocorrem, independentemente de seu recebimento ou pagamento;
* Balanço patrimonial: indica os valores do ativo, do passivo e apura o valor do patrimônio líquido da empresa.

Recomendações

* Seja rigoroso na atualização dos dados financeiros. Evite fazer as coisas pela metade. Cobre do funcionário eventuais erros e discordâncias dos valores encontrados;
* Diariamente, escolha um dos controles (por exemplo, contas a pagar) e confira se todos os lançamentos estão de acordo com os documentos (por exemplo, notas fiscais) que os geraram;
* Estime um valor mensal de lucro, em reais, considerado bom para a remuneração do capital;
* É importante observar que o planejamento pode ser feito com metas para outros prazos – como para o trimestre ou semestre – e que, para que o planejamento financeiro funcione, é preciso estabelecer metas realistas, que possam ser alcançadas;
* Caso tenha computador, elabore planilhas de Controle de Caixa, de Controle de Conta Corrente, de Contas a Receber e de Contas a Pagar de forma organizada.

_____________________________

Fonte: Sebrae Nacional