Notícias

cerneNos dias 25 e 26 de março, o IEITEC recebeu a visita da equipe avaliadora da ANPROTEC - Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores, para realização da avaliação prévia, do modelo de gestão CERNE implantado na incubadora.

A equipe avaliadora designada pela Anprotec estava composta pela auditora Sra. Tânia Macriani de São Paulo e a consultora Sra. Iara Guedes de Natal. A auditora realizou a avaliação da conformidade das práticas implantadas, e a consultora abordou sugestões e recomendações de aperfeiçoamento das práticas. Após essa pré-avaliação, a incubadora receberá um relatório com o parecer e observações quanto à conformidade da implantação do modelo.

A presidente do IEITEC, Rosângela Alves, considerou que a atividade foi realizada com êxito. “Realmente queríamos um olhar externo, com neutralidade e profissionalismo, pois sabemos que é isso que iremos enfrentar quando solicitarmos a certificação Cerne 1. Estamos contentes, sabendo que o IEITEC está no caminho certo do CERNE″, destaca Rosângela.

A Anprotec está realizando estas pré-auditorias nas incubadoras do país que implantaram o modelo Cerne 1 e que se consideram aptas para obter a certificação, com intuito de contribuir para uma melhor preparação das incubadoras visando a aprovação na certificação.

SOBRE O CERNE:

Fruto de uma parceria entre a Anprotec e o Sebrae, o CERNE - Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos é um modelo de gestão que visa promover a melhoria expressiva nos resultados das incubadoras de diferentes setores de atuação. Para isso, determina boas práticas a serem adotadas em diversos processos-chave, que estão associados a níveis de maturidade (Cerne 1, Cerne 2, Cerne 3 e Cerne 4). Cada nível de maturidade representa um passo da incubadora em direção à melhoria contínua.

O objetivo da implantação do Cerne é ampliar a capacidade da incubadora em gerar, sistematicamente, empreendimentos inovadores bem sucedidos. Dessa forma, cria-se uma base de referência para que as incubadoras de diferentes áreas e portes possam reduzir o nível de variabilidade na obtenção de sucesso das empresas apoiadas.

Fonte: Anprotec